Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Porto de Amato

Porto de Amato, porto de abrigo do filho de Héracles

Porto de Amato

Porto de Amato, porto de abrigo do filho de Héracles

O problema da sociedade, segundo Stephen Hawking

por Amato, em 10.07.16

No dia oito de agosto de dois mil e quinze o cientista Stephen Hawking deu uma entrevista ao site reddit.com onde respondeu a várias perguntas que lhe foram colocadas. Numa delas, Hawking é confrontado com a possibilidade de a crescente automatização dos meios de produção poder colocar em causa o lugar do ser humano na sociedade dando lugar a um desemprego massivo. A sua resposta é simplesmente brilhante:

 

Se as máquinas produzirem tudo de que precisamos, o resultado vai depender de como as coisas são distribuídas. Todos podem desfrutar de uma vida de luxuoso lazer se a riqueza produzida pelas máquinas for compartilhada. Ou a maioria das pessoas pode acabar miseravelmente pobre se os donos das máquinas se se posicionarem com sucesso contra a redistribuição da riqueza. Até agora, a tendência parece apontar para a segunda opção, com a tecnologia conduzindo para uma desigualdade cada vez maior.

 

Para Hawking o problema não são as máquinas, o problema é o sistema de redistribuição de riqueza. O problema, se lhe quisermos dar um nome, chama-se capitalismo.

 

Já tinha escrito algo do género aqui no blog: se pensarmos na evolução industrial, na história dos meios de produção, nunca como hoje os custos foram tão baixos e os proveitos tão elevados. Isto é algo de indesmentível. Não obstante alguns ganhos significativos para os povos, sobretudo os do ocidente, é igualmente claro que esses ganhos são irrisórios se comparados com os ganhos da burguesia em todo o processo.

 

O problema está aqui, na distribuição da riqueza.  Hawking não foi o primeiro cientista a dizê-lo. Todavia, acho que não é necessário um cientista para o perceber.

 

http://www.newstatesman.com/sites/default/files/styles/nodeimage/public/blogs_2015/01/shcrop1.jpg?itok=gm7KSYFY

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Amato

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Mensagens