Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Porto de Amato

Porto de abrigo, porto de inquietação, porto de resistência.

Porto de Amato

Porto de abrigo, porto de inquietação, porto de resistência.

Bipolarizar para monopolizar

A comunicação social tudo faz para bipolarizar a cena política em Portugal. Pela primeira vez na história da democracia portuguesa apenas se fez um debate entre líderes de forças políticas em canal aberto e esse debate aconteceu ontem, com pompa e circunstância, nas belíssimas instalações do Museu da Eletricidade, entre o líder do PSD e o líder do PS. Os outros líderes, considerados menores, debateram nos estúdios das televisões por cabo.

 

Durante vários dias ouvi atentamente os anúncios produzidos, a antecipação que se semeava sobre o debate. Ouvi coisas como: “... entre Passos e Costa sairá o próximo Primeiro-ministro...” o que é verdadeiramente espantoso e grave. Na Grécia também diziam isso e, por mais do que uma vez, as contas saíram trocadas. É grave que tais frases, de caris marcadamente condicionante, sejam permitidas. Não percebo o que andam as autoridades reguladoras das eleições a fazer na campanha.

 

Mais: a indecência das sondagens continua forte e pujante e as conclusões que delas se retiram também. Constroem sondagens com amostras de umas poucas centenas de pessoas e extrapolam conclusões universais quando, ainda por cima, os dois partidos mais votados têm escassa percentagem de preferência. É tudo muito absurdo. É tudo muito grave. Mas tudo é permitido neste Portugal. Os jornais e as televisões até podem, se assim o quiserem, começar a advogar o geocentrismo e outras palermices de um passado não muito longínquo que nada lhes acontecerá, ninguém lhes porá a mão e, pior, haverá sempre gente a comer dessa palha.

 

http://www.iptn.info/uploads/iptn/201507/20150706_034923_LXRqooO5lp_p.png

 

Mas a principal conclusão é esta que se segue. O debate foi excelente. Quem assistiu ao debate com olhos de ouvir percebe cristalinamente que entre Passos e Costa apenas subsistem vestigiais diferenças de estilo. Não existe uma diferença de conteúdo, visto ambos seguirem a mesma cartilha. Ideologicamente falando, as palavras-chave, quer para um, quer para outro, são as mesmas e os personagens são como faces da mesma moeda. E o problema do país não se resume a mais ou menos confiança ou a mais ou menos motivação. Não existe nem confiança nem motivação num par de calças rotas e bolsos vazios. Não existe empreendedorismo sobre o nada.

 

Faço votos para que o número das pessoas que “ouviram” o debate seja superior ao número das que integram as clientelas partidárias dos partidos do arco do poder e que votarão independentemente de ser Passos, Costa ou outra figura qualquer. Só desse modo será possível mudar o rumo do país. Só desse modo será possível destruir esta vil bipolarização que nos querem impor, esta falsa bipolarização cujo único objetivo é monopolizar a política, monopolizar as ideias, monopolizar o pensamento.

publicado às 12:56

Mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub