Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Porto de Amato

Porto de Amato, porto de abrigo do filho de Héracles

Porto de Amato

Porto de Amato, porto de abrigo do filho de Héracles

Sou como uma espécie de fermento aqui

por Amato, em 23.01.16

http://www.pco.org.br/biblioteca/bibli_digital/bibli_cultura/literatura/textos_literrarios/gorki/foto.jpg

— Está bem, meu caro — disse ela, sem o olhar e com um gesto significativo dos lábios. — Que fazes tu? Limitas-te a falar e a ler um livro, às vezes. Não dá muito proveito às pessoas que tu cochiches pelos cantos (...).

— Há muitos que me ouvem, minha amiga — replicou o camponês, vexado. — Sou como uma espécie de fermento aqui, fica sabendo. ”

in A Mãe, Máximo Gorki

Bem o vi

por Amato, em 27.07.15

“— Bem o vi — respondeu André, sempre sombrio. — Envenenaram os homens. Quando eles se levantarem... arrasarão todos os obstáculos um após o outro. Precisam da terra toda nua... e arrancarão tudo o que a cobre.

(...)

— Sim, Paulo, o camponês porá toda a terra nua, se se levanta. Queimará tudo, como depois da peste, para fazer desaparecer nas cinzas todo o rastro das suas humilhações.”

 

in A Mãe, Máximo Gorki

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Amato

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Mensagens