Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Porto de Amato

Porto de Amato, porto de abrigo do filho de Héracles

Porto de Amato

Porto de Amato, porto de abrigo do filho de Héracles

Desconfiemos sempre do que os nossos olhos nos mostram

por Amato, em 02.04.16

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/7/79/PSM_V37_D740_Rene_Descartes.jpg

 

Whatever I have accepted until now as most true has come to me through my senses. But occasionally I have found that they have deceived me, and it is unwise to trust completely those who have deceived us even once.

 

O que quer que tenha aceite até agora como absolutamente verdadeiro chegou até mim através dos meus [órgãos dos] sentidos. Mas, ocasionalmente, cheguei à conclusão de que eles me iludiram, e que não é prudente confiar completamente no que nos iludiu nem que seja uma só vez.

 

— René Descartes, in First Meditation: On what can be called into doubt [Primeira Meditação: Sobre o que pode ser objeto de dúvida], 1639.

 

N. B.: todas as traduções são não oficiais.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Amato

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Mensagens