Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Porto de Amato

Porto de Amato, porto de abrigo do filho de Héracles

Porto de Amato

Porto de Amato, porto de abrigo do filho de Héracles

Quinhentos mil euros

por Amato, em 20.09.16

Acho piada à tempestade que se levantou a propósito da possível taxação de imóveis de mais de quinhentos mil euros. Acho piada, simplesmente. É engraçado ver quem nada tem cantando em uníssono com quem tem propriedades de mais de quinhentos mil euros. Repito: mais de quinhentos mil euros. O governo até já veio dizer que não são quinhentos mil, é um milhão! Ou o povo não tem noção dos números, ou não tem noção do valor das propriedades, ou — o que é mais provável — não tem noção da sua condição, “fazendo-se” de rico como é seu gosto e usual timbre.

 

No mais, observamos o cair das máscaras a tantos e tantos que não contêm a sua indignação, manifestando-a com a mais autêntica boçalidade. Falam em “classe média”, metem agregados ao barulho, extraem esqueletos dos armários como “bolchevismo” ou outros que tais e, no fim de contas, revelam-se. Revelam os seus conceitos, revelam a quem servem e a quem, com a sua ação profissional, protegem. É esclarecedor. Não é surpreendente.

 

O único disparate no meio disto tudo não está na putativa medida per se, mas na forma como a mesma foi lançada na sociedade. Não pode um governo que seja verdadeiramente digno desse epíteto ver uma sua medida anunciada por antecipação por um qualquer partido com assento parlamentar. Que o Bloco de Esquerda não tem qualquer noção ou sentido da coisa política, não é novidade. O Bloco dá o corpo por qualquer promessa de publicidade. Que o PS e, particularmente, o governo sejam apanhados nesta armadilha é confrangedor para dizer o mínimo.

 

Com este desenvolvimento, o Bloco assume-se como um membro fantasma deste governo — não há volta a dar à questão. Veremos se estará à altura de assumir as responsabilidades desse posicionamento quando estas se venham a justificar. Por seu turno, o governo fragiliza a sua posição em toda a linha colocando-se ao alcance do enxovalho fácil por parte de toda a direita.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Amato

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Mensagens