Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Porto de Amato

Porto de Amato, porto de abrigo do filho de Héracles

Porto de Amato

Porto de Amato, porto de abrigo do filho de Héracles

Não percebo estas homenagens de palmas

por Amato, em 19.08.17

Não percebo estas homenagens de palmas. Não percebo, de verdade. Não é por mal.

 

Os outrora “minutos de silêncio”, minutos de pesar, de introspeção, de consternação e de respeito, têm vindo a ser substituídos gradualmente por minutos de palmas. Se no caso de um artista do teatro ou do desporto consigo entender a ideia como uma última salva de palmas terrena depois de tantas outras dadas em vida — vidas de palco, vidas de espetáculo —, no caso de atentados terroristas, de catástrofes naturais ou acidentes, de verdadeiras tragédias, não consigo perceber qual é o alcance de se brindar as vítimas com uma salva de palmas.

 

Um terrorista atropela treze pessoas nas ramblas em Barcelona; homenageia-se as vítimas com uma salva de palmas. Desculpem mas não entendo nem me parece apropriado. São os novos tempos e os seus novos conceitos.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Amato

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Mensagens