Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Porto de Amato

Porto de Amato, porto de abrigo do filho de Héracles

Porto de Amato

Porto de Amato, porto de abrigo do filho de Héracles

"i" de imbecil

por Amato, em 24.02.17

Ontem, no dia do aniversário da morte de Zeca Afonso, o jornal i decidiu colocar em letras gordas de primeira página o título: “30 anos sem Zeca Afonso, o cantor revolucionário que nunca quis ser comunista”.

 

Este título corporiza uma certa linha argumentativa que tenho ouvido repetida amiúde — normalmente vinda de malta de direita que descobriu que é cool ouvir Zeca Afonso mas que não quer ser conotada com cenas esquerdalhas — de que Zeca Afonso era revolucionário mas não tinha nada a ver com comunismos.

 

Até é capaz de ser verdade: o Grândola Vila Morena será mesmo, em verdade, uma canção sobre o sucesso do modelo capitalista no governo de uma vila do litoral alentejano...

 

É verdade que Zeca Afonso nunca foi um militante comunista, mas será que isso faz dele um não comunista? Para um i(mbecil), claramente, faz.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Amato

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Mensagens